a place within myself

Existe um cenário localizado em algum lugar do meu futuro, no qual penso bastante: eu tenho um trabalho estável, em uma editora, talvez. Não é a rotina de trabalho mais eletrizante do mundo, mas nele eu utilizo um pouco do meu conhecimento adquirido na graduação e um pouco de criatividade. Não sou rica, mas tenho o suficiente pra morar sozinha, provavelmente em um apartamento e consigo pagar minha contas sem preocupação. Tenho dois gatos (quem sabe três?). Alguns vasos estão pendurados perto da janela e há várias suculentas em cantinhos da casa. Minhas prateleiras são abarrotadas de livros. Eu leio bastante. Cozinho pra mim mesma e já larguei a carne de vez. A cada ano viajo por duas semanas, quem sabe três. Talvez por um mês completo. Essas viagens me renovam, me emocionam, me trazem sensações inéditas. Venho pra casa e me sinto acolhida no ambiente que eu mesma criei, limpo e organizado à minha maneira. Chega o dia em que já me sinto confortável em minha própria pele e as manhãs deixam de ser um peso. O amanhã deixa de ser um peso.

Talvez pereça pequeno pra alguns que aspiram por fama ou riqueza. Ou, talvez, para aqueles que já passaram pela vida batalhando, esse tipo de paz e liberdade pareça uma ilusão. Mas, não sei, eu penso bastante nesse futuro e nesse lugar. Pode também parecer uma melancolia do tipo no alarms and no surprises, talvez seja, mas espero um dia ter tudo isso. Ser mais centrada, mas ter espaço pra quando precisar viver minhas crises – e continuar na longa estrada do auto conhecimento.

Por enquanto, querer continuar por aqui na expectativa de ler mais um livro bom, adicionar mais um filme à lista de favoritos, sentir a brisa noturna mais uma vez, mais uma gargalhada. Continuar por aqui pelas expectativas e pelas pequenas coisas. Sobrevivemos dessa forma e, por algum tempo, tudo fica bem.

tumblr_oi3hk44znn1qzfa22o1_r1_400o

inspiração: “this is what my generation is given, this is how low our standards for happiness have to be. a humble existence, a small piece of the world for ourselves, and comfortable stability are just as out of reach for some of us as fame (…)” (x)

Anúncios

11 comentários

  1. Eu acho maravilhoso ter um cenário futuro no qual se inspirar. Eu também tenho um e batalhar por ele é o que faz os meus dias mais fáceis. É o que faz o amanhã mais leve, desde já. Vou te desejar boa sorte, Isa, mas acho não precisaria, você vai conseguir 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  2. Demorei pra comentar aqui, mas não queria deixar passar esse texto. Me identifiquei de mais com a imagem que ele descreve. Tenho um gosto pela rotina também – claro, todo mundo gosta de variar, mas existe uma beleza na repetição, é como se só ela permitisse enxergar direito a vida. Fico imaginando cenários futuros e os mesmos não são muito diferentes desse.

    Curtido por 1 pessoa

    1. essa imagem é algo bem pessoal, eu fiquei insegura ao postar esse texto, mas esse tipo de identificação faz valer muito a pena! seu comentário completou o texto, obrigada! “existe uma beleza na repetição, é como se só ela permitisse enxergar direito a vida” uau ❤

      Curtido por 1 pessoa

      1. Escrevi o comentário meio que na pressa, deixa eu juntar esse de com esse mais – *demais. E: “Fico imaginando cenários futuros e os *meus não são muito diferentes desse.” Eita. Peço desculpas por isso.

        Fico feliz que tenha postado, apesar da insegurança. Gosto desses textos que vão pro lado mais pessoal. Tô tentando trabalhar mais nessa linha também com o meu blog, o que não é exatamente fácil pra mim. Acho que a essência do blog é essa, compartilhar o pessoal, sem cair na massagem de ego do facebook ou no superficial do twitter. Sim, os blogs deram uma desandada com o passar dos anos, mas acredito que dá pra trazer de volta aquela essência. Espero que continue vencendo a briga contra a insegurança.

        Curtir

      2. mesmo com a queda da popularidade dos blog, eu não trocaria esse cantinho por nada hehehe
        e obrigada, quero sim ser capaz de expressar o que me é mais pessoal e compartilhar sem medo – e desejo o mesmo pra você! muitas vezes escrevo rescunhos mais pesados à mão, coloco tudo o que estou pensando, depois digito melhorando a escrita e tirando tudo o que não estou pronta pra compartilhar, é uma boa estratégia! xx

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s