WINONA E STRANGER THINGS ♡

Hoje vamos ter um acontecimento raro: eu falando sobre séries. Não faço muito isso por aqui, não porque não amo séries também, na verdade, desde os doze anos passar horas na frente do computador em maratonas de série é uma das coisas mais amo – foi assim que nossa geração aprendeu inglês né? Só sinto que, com o tempo, o número de fanáticos por séries cresceu tanto, que todas já foram analisadas e reanalisadas, não sobrando muito o que falar. Mas essa semana cruzei com Stranger Things e assistir essa série foi uma experiência tão deliciosa, que decidi não ligar pro fato de que todo mundo já deve estar cansado de ouvir falar sobre hahaha

A primeira coisa que me atraiu foi ela: Winona Ryder. Como eu amo essa mulher! Cresci assistindo ela em filmes como Beetlejuice, Edward Mãos de Tesoura, Adoráveis Mulheres, Garota Interrompida. Pra quem não sabe, ela é até hoje um ícone dos anos 90, mas já estava fadada a ser só isso, um ícone do passado.

olha esse estilo ❤️

(A Winona teve problemas com cleptomania há algum tempo e muitas portas foram fechadas pra ela por anos. Algo que não faz tanto sentido, considerando que ela pagou e admitiu seus erros, ao contrário de muitos homens de hollywood que já fizeram coisas infinitamente piores.) De qualquer jeito, a sensação de vê-la de volta é muito boa, principalmente numa produção de tanta qualidade como essa.

Comecei a assistir Stranger Things sabendo nada sobre sua sinopse e, honestamente, acho que assim fica mais divertido. Vou apenas dizer o que mais gostei sobre: pra começar, a história se passa em 1983 e o clima dessa década foi muito bem captado. O roteiro me lembrou muito as histórias do Stephen King e talvez umas pitadas de Tim Burton, ou seja, tudo ali beira a bizarrice, mas acaba sendo delicioso de se deixar ser envolvido.

Os personagens são a melhor parte, principalmente as crianças. Duvido que alguém não tenha se apaixonado.

No fim, a série não nos deixa mais inteligentes ou nada do tipo, pois não é nem um pouco complexa. Mas desliga a cabeça e a gente se sente criança, e me fala: tem coisa melhor? ❤️ Só digo: aproveita o fim de semana e assiste, vai fazer bem ao coração.

Anúncios

8 comentários

  1. “A primeira coisa que me atraiu foi ela: Winona Ryder”. Sim.
    Eu queria já ter começado a assistir Stranger Things. Inclusive, queria ter feito isso antes de ser A série mais comentada do momento, mas não deu. Continuo sem ter assistido, mas irei. Li pouco a respeito – além desse seu post, apenas os do PontoJão, blog que eu colaboro -, mas antes de qualquer análise, Winona foi o fator a chamar minha atenção e é sobretudo por ela que estou ansiosa por começar a ver logo.
    🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s