Três pequenos parágrafos 

Inquietação. Aquela que o revira e faz revirar. Que não deixa a concentração quieta nem na leitura que estava agradável. Que o faz olhar pro nada do teto, enxergando um mundo inteiro. Inquietação que é até mais poderosa que a velha ansiedade – pois chega a impedir seu sempre insaciável apetite.

Mas qual o seu significado? É boa ou ruim? Talvez ruim, afinal, traz preocupações e a sensação de estarmos sendo perseguidos pelos desenrolares catastróficos de um futuro imaginado. Mas ela também pode ser um despertar. A inquietação nos mostra o que não havíamos enxergado. Talvez algo que sempre esteve dentro de nós, e não pode mais ser ignorado, empurrado pra baixo, calado.

A inquietação passa a ser vista com outros olhos. É uma amiga. Ela traz o basta que todos nós necessitamos. Ela traz a voz que diz “Já chega”, “Não é mais o suficiente”, “É a minha vez”.

– encontrei esse texto nos rascunhos e essas fotos lá atrás no rolo da câmera (quase não tiro fotos de céu)

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s