Um pouco de energia boa

Uma coisa valiosa que aprendi nos últimos tempos foi o poder dos nossos próprios pensamentos e da nossa energia. Já até falei alguma coisa sobre isso por aqui antes, mas falo outra vez pois ontem, no meu aniversário, recebi pequenas (mas grandes) provas da importância disso. Talvez tenha sido a data significativa dos 18 ou a distância que criou saudades entre eu e minhas amigas da época de escola, mas tenho certeza que minha postura em relação ao mundo contribuiu para que eu me sentisse tão amada nesse dia. 

De tempos pra cá aprendi que cada um tem uma pedra afundando o estômago dentro de si, e eu não tenho o direito de espalhar energias negativas por aí. Cada vez mais desejo espalhar gentileza e, quando sinto que não consigo, me limito no meu silêncio e nos meus olhos observadores. E faço isso pois assim me sinto bem comigo mesma, simples assim. Mas ontem, entre ligações que me pareceram um pouco mais sinceras, a visita das minhas duas tias amadas, o bolo simples (mas maravilhoso) da minha mãe e as amigas que preparam cuidadosamente palavras que trouxeram lágrimas aos meus olhos, percebi que querer bem, ou simplesmente não desejar nenhum mal, fez com que, nesse dia 10, eu recebesse, das pessoas que são importantes pra mim, incentivo pra ser quem sou e força pra continuar.

Aqui no blog falo muito sobre a arte que me faz sonhar, e faço muito textão sobre essa jornada louca que é o auto descobrimento. Mas nunca tinha conseguido falar sobre aquilo que é tão indispensável quanto tudo isso: o amor entre pessoas. Na semana passada, desabafei e chorei durante uma hora diante da minha mãe, e ela me ouviu, me ajudou a encontrar a solução. No fim de semana, contei pra uma amiga (que ainda nem havia encontrado em 2016!) o que tem acontecido na minha vida e tirei um peso das costas quando ela me entendeu. Passei meu domingo com uma parte da minha família com a qual não me encontro com muita frequência, e fui lembrada de quantas risadas dou quando estou com eles. 

A conclusão dessa ópera toda é que, completando 18 anos, adiciono aos planos de self improvement saber cultivar, alimentar, regar as relações que me fazem bem. Quero continuar a ter perto de mim essas pessoas que me amam apesar de conhecerem minhas estranhices (que eu nunca fiz muitas questão de esconder). 

E, por fim, ganhei de aniversário esse quadrinho com a frase: amor gera amor. Frase e ato que ilustram perfeitamente todo o ponto desse texto, não acha?

Do meu jeito, com meu silêncio e meu overthinking, realmente sinto que tenho aprendido muito coisa ultimamente. Minha maneira de lidar é escrevendo textão por aqui, tudo bem assim? 

Anúncios

7 comentários

  1. Claro que sempre fica tudo bem quando escrevemos o que sentimos, mas é melhor de vez em quando agir o que pensamos. Escrever torna o mundo melhor porque retorna em forma de abraços, afetos.
    Hoje em dia, ao invés de mandar uma mensagem por telefone, mande uma carta com a sua letrinha bem caprichada, isso mostra que se importa, que se dedicou para isso, que parte de seu tempo foi pensando em alguém que você gosta.
    Queria que o mundo parasse para pensar nas coisas e pessoas que gostam.

    Curtir

  2. Tudo ótimo sempre, textão é super bem vindo, ainda mas desses que sempre acrescenta ♥

    E que as boas amizadem sejam cultivadas e gostem de ser, nem sempre é assim e a gente demora pra aceitar :S
    Auto conhecimento é o que me faz ir além, me redescobrir sempre, me respeitar me faz querer fazer o mesmo com o próximo.
    E é tão bom quando nosso peito se esvazia de toda ansiedade ou medo, e assim fica mais espaço para percebermos coisas boas, assim como encontrar a amiga e reencontrar a familia ♥

    Abraços, e bom resto de semana Isa ☼

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s